Post pós balada e cerveja…

Padrão

(Para ser lido ao som de http://www.youtube.com/watch#!v=q4-8WE6YizE&feature=related)

Eu gostaria de ter um carro veloz, desses  que  alcança 150km por hora facilmente.

Melhor. Preferia que você tivesse vindo me buscar e me levasse pra onde quisesse, mas com uma única condição:

que fosse a 150 km por hora, precisava mesmo sentir esse vento gelado batendo no rosto.

Tirar da cabeça tudo o que não quero mais pensar, fazer uma varredura, uma limpeza, dar uma geral.

Inclusive não pensar em você!

E eu sentiria o vento emaranhando os meus cabelos, eu daria um sorriso e ao me voltar pra você veria que você sorria

também e que se divertia com a minha sensação de liberdade.

E eu também queria conseguir dizer  tudo aquilo que tenho tentado dizer, mas que o seu tempo, o espaço que tem me

dado tem sido tão pouco que tenho desistido.

Queria olhar pra você e dizer que eu não durmo há dias, eu tenho comido pouco, eu tenho me alimentado apenas  da tua

doce e distante ausência/presença.

E eu perguntaria:  por onde tem andado,  o que tem feito, por que demorou tanto pra chegar até aqui.

Beijaria  delicadamente cada pedaço do seu rosto e sentiria teu hálito fresco e te daria um beijo desses de tirar o

fôlego…

E você tiraria delicadamente o cabelo do meu rosto, deslizaria sua mão sobre ele e  diria, estou aqui e não irei para

nenhum outro lugar onde não esteja você ou com você.

E eu sorriria novamente…

Acordei de repente com a pergunta do taxista:  Hey, Miss! Is here, rigth?

Me dei conta que tinha mais uma vez sonhado acordada.

Coisa que tenho feito desde que esbarrei em  você bem por acaso.

Uma resposta »

  1. Isso me lembra qdo bebi pra esquecer um grande amor (q alias depois voltou né rs) e eu e minha prima bebaaadaaass ela no volante e eu de passageiro…ambas com as cabeças pra fora da janela… alta velocidade…(a volta pra casa dela em marilia é um retão q aliás é ao lado do bosque, aquele cheirinho de pinheiro) e ambas rindo muitooo com musica alta tb…rs… eita sabor bom do vento gelado no rosto…os cabelos voando… e a mente clara…sem medos ou sem fantasmas…apenas a liberdade de uma cotovia no céu…

    Falando em espaços..me sinto sem nenhum ultimamente aqui em casa…mas o pior, é q o namorido tb se sente assim..e fica esse empasse besta rsssss beijos flor!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s